quinta-feira, 19 de maio de 2011

Por que se vai?

Primeiro é o fervor depois contorno seu rosto, te beijar levemente enquanto dorme e ficar horas te admirando sem que você note.
É simplesmente o que mais tenho feito em dias como este, te admirar, admirar e admirar...
Mas o dia amanhece e como sempre o fluxo continua.
Mesmo que eu queira adiar que você vá embora, sou obrigada a te dar as chaves para que se vá...
Só me resta os lençois dessarumados, travesseiros esparramados e lembranças daquela noite que me faz te desejar mais e mais.

Um comentário:

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

E pra gente, que fica, fica também a esperança de que tudo possa se repetir mais uma vez. E depois, mais e mais.

Abraços Imundos...