segunda-feira, 24 de maio de 2010

Quem sou eu?


Quem sou eu, é o orkut que me pergunta.
Quem sou eu, quem sou eu?
O twitter, o blog, o myspace, todos eles perguntam ou pedem descriçao sobre eu.
Mas quem sou eu?
Eu sei o que eu já fui.
Já fui legal, já fui chata, já fui menina moleque.
Já tive cabelo colorido, cabelo liso, cabelo ondulado, franja, dread.
Hoje eu sou uma maluca que acredita na utopia de mudanças.
O poeta quase sempre busca em seus poemas descobrir quem és
Quem sou eu? É a pergunta que está em todos os lugares seja de forma direta ou indireta.
O mundo nos pergunta quem somos!
Mas nem nós mesmo sabemos.
Talvez seja por isso que o mundo não sabem quem somos.
Mas porque o mundo deveria saber?
Então quem sou eu é o que precisamos saber para o EU invocar a força e a vida do EU interior!
O sentido da vida? é encontrar, conhecer, lidar, invocar e usar o EU.
E o pior talvez eu sempre viva acreditando nas minhas utopias.

Um comentário:

Rodriguez disse...

"Quem sou eu"

Adorei o texto, me lembrei de quando estava na primeira série, pois no fim de ano recitei uma poesia com esse título do Pedro Bandeira.

Vou passar mais por aqui!